Na sua região: Ashburn - Virginia temos (℃) Umid(%) Veloc.Vento(m/s °) | Sol: nasc 21:00h e pôr 21:00h | 02/12/2016 20:12
Utilize a busca abaixo para encontrar uma empresa pelo nome, setor ou produto.
Em todo o País, Aguarde, carregando...
    Ex.: coaching, ou transporte, ou madeira, ou aço, ou o nome da empresa como: Mais Sucesso e Genoma, ou mesmo o nome do profissional como Cristiane.

Mercado audiovisual cresce 153% nos últimos oito anos


Postado em 02/12/2016

Sebrae Nacional -

Brasília - O mercado audiovisual brasileiro está aumentando e tende a manter esse crescimento nos próximos anos. Essa é uma das principais conclusões da pesquisa Mapeamento e Impacto Econômico do Setor Audiovisual no Brasil, feita pelo Sebrae em parceria com a Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais (Apro). O levantamento aponta que, entre 2008 e 2014, houve um crescimento de 153% no volume de obras produzidas e registradas na Agência Nacional do Cinema (Ancine), atingindo 4.288 mil horas.

Por conta de seu tamanho e abrangência (cinema, TV, publicidade e mídias digitais), o estudo inédito foi realizado pela Fundação Dom Cabral com o objetivo de evidenciar a relevância do setor audiovisual para a economia, por meio de informações que possibilitem compreender melhor a dinâmica setorial e traçar ações que contribuam com seu desenvolvimento.

O impacto econômico do segmento audiovisual também aumentou nos últimos anos. Em 2014, ele foi responsável pela geração direta de 98,7 mil empregos com carteira assinada e 107,6 mil empregos indiretos. A remuneração média na área chegou a R$ 3.685,02 em 2014, cerca de 64% acima da remuneração média do total da economia. Estima-se que a receita das empresas do setor seja de cerca de R$ 42,7 bilhões (valores do final de 2015).

A pesquisa está dividida em quatro partes – Mercado Audiovisual no Brasil, Impacto Econômico do Setor Audiovisual no Brasil, Audiovisual Internacional, e Uma Visão Qualitativa sobre as Empresas de Produção Audiovisual no Brasil – e pode ser acessada na íntegra na Biblioteca Interativa do Sebrae, no link http://bis.sebrae.com.br/conteudoPublicacao.zhtml?id=7471.

O Sebrae e a Apro são parceiras desde 2013 por meio do projeto Objetiva – Empreendedorismo em Foco, criado para oferecer capacitação e acesso ao mercado audiovisual a pequenos produtores de todo o Brasil. Foram capacitadas cerca de 200 empresas em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Brasília (DF) e Recife (PE).

Mais informações:
Assessoria de Imprensa Sebrae
(61) 2107-9117/9118
imprensa@sebrae.com.br 


ALI conquista prêmio para o Sebrae


Postado em 29/11/2016

Sebrae Nacional -

São Paulo - Criado há seis anos e responsável pelo acompanhamento e desenvolvimento de mais de 115 mil micro e pequenas empresas, o Programa Agentes Locais de Inovação (ALI), desenvolvido pelo Sebrae, foi reconhecido, na última sexta-feira (25) como Projeto do Ano, na premiação Projetos e PMO do ano de 2016, da Revista Mundo Project Management.

O ALI é fruto de um acordo de cooperação técnica entre o CNPq e o Sebrae que tem como objetivo promover ações de inovação nas empresas de pequeno porte, por meio de orientação gratuita e personalizada. Essa orientação é realizada por agentes, bolsistas do CNPq, selecionados e capacitados pelo Sebrae, para acompanhar um conjunto de empresas. Os Agentes Locais de Inovação visitam os empreendimentos, apresentam soluções e oferecem respostas às demandas específicas de cada negócio. As mudanças geram impacto direto na gestão empresarial, na melhoria de produtos e processos e na identificação de novos nichos de mercado para os seus produtos.

“Foi uma maneira incrível de fecharmos um ciclo do ALI, coroado com dois acordos com o CNPq, mostrando um projeto que tem uma gestão eficiente, descentralizada e complexa, com um enorme impacto para milhares de micro e pequenas empresas, que diminuíram custos e aumentaram o faturamento”, avalia o gerente-adjunto da Unidade de Acesso à Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade do Sebrae, Marcus Bezerra, que apresentou o projeto na premiação.

Segundo Bezerra, o Sebrae conquistou o prêmio ao mostrar os indicadores de gestão, o número de empresas atendidas e a capacidade de monitorar e fazer intervenções quando forem necessárias. “O ALI é um projeto com mais de 1.400 atores – agentes, consultores, orientadores e gestores estaduais - e executou, em 2016, R$ 63 milhões”, revela.


Mais de 80% dos pequenos negócios não buscam empréstimos bancários


Postado em 21/11/2016

Sebrae Nacional -

Brasília - As instituições financeiras estão mais afastadas das micro e pequenas empresas. Em 2016, 83% dos pequenos negócios não recorreram a empréstimos bancários, um número quase 10% maior do que em 2015. Os dados constam em pesquisa do Sebrae com 6.886 empreendedores de todo o país. Para 47% dos empresários, a redução nas taxas de juros seria a melhor solução para facilitar a aquisição de financiamentos. A diminuição da burocracia é apontada como sugestão para 27% dos pesquisados. 

“O custo do dinheiro, a burocracia e a exigência excessiva de garantias pelos bancos fazem com que os empreendedores busquem outras fontes para financiar seus negócios. Os empresários estão estrangulados, é preciso encontrar formas de facilitar o acesso das micro e pequenas empresas ao crédito, sem juros de agiotagem, como a proposta da Empresa Simples de Crédito”, defende o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos. 

Como alternativa aos bancos, a maioria negocia prazo de pagamento com fornecedores (52%), usa cheque pré-datado (27%) ou especial (20%) e o cartão de crédito empresarial (21%). Mesmo nessas formas de financiamento, entretanto, houve queda no percentual de utilização. Das empresas pesquisadas, 22% não estão utilizando financiamento algum – dez pontos percentuais acima do ano passado – e 15% mantêm empréstimos em bancos. 

A pesquisa do Sebrae apontou ainda que 19% dos empreendedores que já buscaram as instituições financeiras para obter financiamento, em algum momento da vida empresarial, tiveram o pedido de empréstimo negado, contra 14% apontado na pesquisa realizada em 2015. Para 16% desses, a justificativa ouvida dos bancos foi a falta de linha de crédito para o perfil e outros 13% receberam a argumentação de que a conta corrente era muito nova. 

Empréstimos concedidos 

Em contraponto aos 83% de empresários que não buscaram os bancos, 17% recorreram às instituições financeiras para conseguir crédito. Apenas dois em cada três dentre os que solicitaram empréstimo nos últimos seis meses tiveram sucesso. As altas taxas de juros estão entre as principais dificuldades assinaladas para 51% dos entrevistados, logo depois vem a falta de garantias reais, conforme avaliaram 22% dos empresários. 

Já entre os empreendedores que contraíram financiamento, 53% o utilizaram para capital de giro e 36% o aplicaram na compra de mercadoria para revenda. Outros 32% dos entrevistados investiram na reforma ou ampliação do negócio. 

Mais informações:
Assessoria de Imprensa Sebrae
(61) 2107-9117/9118
imprensa@sebrae.com.br 



Polícia Federal indicia Sérgio Cabral e mais 15 pessoas na Operação Calicute


Postado em 02/12/2016

A Polícia Federal (PF) concluiu nesta sexta-feira (2) o inquérito da primeira fase da Operação Calicute, que investigou crimes de corrupção no governo do ex-governador Sergio Cabral, atualmente preso no Complexo Prisional de Bangu.

Foram indiciadas 16 pessoas por crimes que incluem corrupção passiva e ativa organização criminosa e lavagem de dinheiro. A PF ainda vai instaurar outros inquéritos para aprofundar as investigações.

Segundo apurado nas investigações, os crimes chegam a R$ 220 milhões, valor pago por grandes empreiteiras como propina para garantir obras públicas. Na casa de Cabral, foram apreendidas joias no valor estimado de R$ 2 milhões. O ex-governador foi preso dia 17 de novembro.

Foram indiciados Sérgio Cabral Filho e sua esposa, Adriana Ancelmo, além de Wilson Carlos Cordeiro da Silva Carvalho, Carlos Emanuel de Carvalho Miranda, Luiz Carlos Bezerra, Hudson Braga, Wagner Jordão Garcia, José Orlando Rabello, Carlos Jardim Borges, Pedros Ramos de Miranda, Luiz Alexandre Igayara, Paulo Fernando Magalhaes Pinto Gonçalves, Luiz Paulo dos Reis, Alex Sardinha da Veiga, Rosângela de Oliveira Machado Braga e Jessica Machado Braga.


Temer vai entregar Ordem do Mérito a parentes do time da Chapecoense


Postado em 02/12/2016

O Palácio do Planalto informou que o presidente Michel Temer entregará a Ordem do Mérito Desportivo às famílias das vítimas da queda do avião com a equipe da Chapecoense, na última terça-feira (29). A cerimônia, marcada para a manhã deste sábado (3), ocorrerá no aeroporto de Chapecó (SC).

A homenagem será prestada ao time de futebol e às 77 pessoas que estavam na aeronave, das quais 71 morreram. De acordo com o Planalto, a medalha é um reconhecimento do governo e do povo brasileiro pelos serviços prestados ao país pelas vítimas da tragédia. A lista com os nomes dos homenageados foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União de hoje (2).

A entrega da Ordem do Mérito Desportivo ocorrerá durante a cerimônia de honras fúnebres, após o desembarque dos aviões da Força Aérea Brasileira, que leverão os corpos das vítimas da Colômbia para a cidade catarinense.

Até o momento, a previsão é de que o presidente Temer não participe do velório coletivo, que ocorrerá na Arena Condá, o estádio da Chapecoense.

Cerca de 900 jornalistas de diversos países são esperados para a cobertura das homenagens no estádio.


Segurança Pública do DF retoma revistas em manifestações na Esplanada


Postado em 02/12/2016

A Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal vai retomar as revistas de manifestantes na Esplanada dos Ministérios no domingo (4), após a adoção de um protocolo de ação chamado Esplanada Pós-Impeachment, informou a secretária Márcia de Alencar, em entrevista coletiva nesta sexta-feira (2), durante apresentação do esquema de segurança e trânsito.

“A secretaria retomou todos os protocolos da Operação Esplanada na fase pré-impeachment e do impeachment. E agora estamos trabalhando com esta nova fase, a partir do distúrbio civil que aconteceu no dia 29, como a fase esplanada pós-impeachment, onde até o final das votações das pautas sensíveis que estão ocorrendo no Congresso Nacional garantiremos que essas manifestações aconteçam dentro do padrão de revista”, disse.

Márcia informou que, em 2016, a Esplanada foi palco de 142 manifestações de caráter político-ideológico, uma média de 12 por mês, sem contar com os eventos religiosos e culturais.

A manifestação deste domingo será das 9h às 13h e foi convocada pelos movimentos Vem pra Rua e Brasil Livre. Em conjunto, as forças de segurança pública e os líderes dos movimentos estimam a presença de 15 mil a 20 mil pessoas, mas a secretaria está preparada para a ida de até 25 mil, por segurança.

O efetivo de policiais militares previsto é de 1,5 mil homens. O contingente estará a postos das 7h à meia-noite, de acordo com a necessidade. Na última terça-feira (29), na manifestação contra a PEC do Teto dos Gastos Públicos, que terminou em confronto entre manifestantes e policiais, havia 1 mil homens.

Vinte e cinco agentes do Detran vão atuar com oito viaturas, além de uma aeronave, dois guinchos e uma empilhadeira, que será usada conforme necessidade. Setenta bombeiros em 13 viaturas também vão participar da operação.

A Polícia Civil informou que todos os departamentos estarão em funcionamento. A 5ª Delegacia de Polícia (DP) teve o plantão reforçado e, se necessário, a 1ª DP também vai receber ocorrências, além do Departamento de Polícia Especializada.

Trânsito

A área definida para receber os manifestantes é o gramado central da Esplanada a partir da altura da Catedral até a Avenida das Bandeiras, em frente ao Congresso Nacional, onde vai ser formado um cinturão de policiais.

A área da Praça dos Três Poderes, incluindo o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal, além dos ministérios da Justiça e das Relações Exteriores, estará interditada para carros e pedestres.

As vias N1 e S1 serão interditadas a partir da Rodoviária do Plano Piloto, das 7h até 2 horas após o fim da manifestação, onde haverá postos de revista.

Para quem for de carro, os estacionamentos mais próximos são os da N2 e S2, onde também haverá pontos de revista. Outra sugestão é estacionar na plataforma superior da Rodoviária e ir andando.

Recomendações

A Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal preparou uma lista de orientações para quem planeja ir para a Esplanada no domingo. A primeira recomendação é que, caso o manifestante identifique pessoas ou grupos com intenção de tumultuar ou causar desordem, deve informar os policiais mais próximos.

Todos devem portar documentos de identificação. Quem levar crianças deve colocar pulseiras de identificação com nome, telefone e endereço no braço delas.

Os manifestantes não devem levar objetos cortantes, madeiras, fogos de artifício e garrafas de vidro. Também não devem usar máscaras ou cobrir o rosto. Se chover, a recomendação é que optem pelas capas de chuva para se proteger, pois se apresentarem risco, os guarda-chuvas podem ser apreendidos na revista.